internationalmba@fia.com.br +55 11 3732-3534 | +55 11 3732-3520 +55 11 98697-3581

08 mar 2022

Marketing do futuro e tendências de comportamento do consumidor

Por Renata Giovinazzo Spers

Pesquisas mostram que o e-commerce cresceu o equivalente a dez anos em apenas oito semanas, enquanto as teleconsultas decuplicaram em 15 dias.

Quando falamos sobre tendências do consumo, é importante conhecer o contexto que motiva as decisões de compra e analisar as macrotendências que irão impactar o comportamento dos consumidores no mundo pós-pandemia.

Dentre as macrotendências que irão impactar os consumidores nos próximos dez anos, podemos destacar a busca dos indivíduos por saúde e bem-estar, preocupação do consumidor em se conectar com marcas por meio de seu propósito, transparência e valores de inclusão e sustentabilidade, busca por conveniência e foco em serviço no momento da compra e adesão a novos canais que tragam praticidade e facilitem a mobilidade, seja pela proximidade ou pelo uso intensivo de tecnologia.

O cenário do varejo no Brasil é historicamente fragmentado, com a presença de muitos varejistas locais. O canal tradicional de vendas no Brasil tem sido caracterizado por baixos níveis de digitalização, com a maior parte dos pagamentos feitos em dinheiro. Os consumidores compram nestas lojas por conveniência e relação pessoal. Entretanto, o e-commerce já vinha ganhando terreno nos últimos anos no Brasil e a pandemia alavancou significativamente este formato de vendas, que deve continuar a crescer.

De maneira geral, a taxa de adoção digital devido ao surgimento da Covid-19 foi super acelerada, antecipando anos de tendências. Pesquisas mostram que o e-commerce cresceu o equivalente a dez anos em apenas oito semanas, as consultas por telemedicina aumentaram dez vezes em 15 dias, as plataformas de videoconferência tiveram 20 vezes mais participantes em três meses e 250 milhões de alunos iniciaram cursos online no período de duas semanas.

Os negócios pós-Covid devem incorporar esta transição digital, que foi forçada logo nos primeiros meses da pandemia. Varejistas, marcas de consumo e serviços pivotaram suas plataformas digitais para engajar e atender sua base de consumidores. Muitas destas tendências irão continuar a moldar o consumo digital em 2022 e no futuro.

Desta forma, vemos que a transformação digital está em andamento, ao passo em que macrotendências impactam os desejos e necessidades dos indivíduos. Então, quais são as principais tendências do comportamento do consumidor brasileiro relevantes para o futuro?

O consumidor brasileiro deverá valorizar cada vez mais as plataformas e-commerce que incorporam a avaliação de outros consumidores, e desta forma ajudam na tomada de decisão no momento da compra. Adicionalmente, os clientes devem dar preferência por marcas que trabalhem adequadamente o omnichannel, permitindo uma interação física e digital com o consumidor.

Outro ponto relevante é que, apesar do conceito de economia circular se fortalecer, os consumidores brasileiros continuarão a preferir produtos novos do que usados, lançando mão de descontos oferecidos por marcas e varejistas. Por fim, os consumidores estarão cada vez mais preocupados com a reputação das marcas, em especial na realização das compras digitais.

Adicionalmente a esses elementos que estão relacionados principalmente ao aumento do e-commerce, pesquisas mostram uma grande preocupação dos consumidores com iniciativas sustentáveis das marcas e varejistas. Desta forma, as organizações devem continuar a investir no desenvolvimento de produtos e serviços sustentáveis, novos formatos de lojas e logística que incorpore tal conceito.

Outra tendência a ser considerada, é a maior personalização dos produtos, serviços, experiências e comunicação com o consumidor, aumentando o engajamento, conversão e retenção do cliente. Também há uma tendência de valorização dos modelos de vendas direto do fabricante, por meio de um sistema de encomenda, ou pré-compra, que valorizam o relacionamento individual com o consumidor, permitem a oferta de produtos personalizados, inclusive por pequenas marcas que se beneficiam destes canais diretos, sem a necessidade de se conectar com outros elos da cadeia de distribuição.

Por fim, é muito importante considerar a tendência do consumidor com relação à diversidade, equidade e inclusão, incorporando estas questões no desenvolvimento de produtos e oferta de serviços.

Há uma série de desafios para as empresas se conectarem com seus consumidores. Acompanhar as tendências e incorporar as necessidades atuais e futuras do cliente, de forma conectada ao propósito e visão de futuro da organização, é essencial para garantir o sucesso em um mundo que está em profunda transformação.


Artigo publicado em 17/02/2022, no Blog O Especialista

https://oespecialista.com.br/opinioes/marketing-do-futuro-e-tendencias-de-comportamento-do-consumidor/?utm_campaign=later-linkinbio-fia_profuturo&utm_content=later-24835690&utm_medium=social&utm_source=linkin.bio]


Voltar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.